Para quem está perdido em meio a tanta manifestação

Muitas pessoas saíram às ruas para manifestar suas insatisfações e isso é digno de aplauso. Porém, e o foda é que sempre existe um porém, as insatisfações são fragmentadas. Uns brigam contra a PEC 37, outros brigando contra as ladroeira da Copa, outros ainda brigam pelo impeachment da Dilma. E já vi gente brigando até pela volta do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel (esse vai voltar como um zumbi).

Enfim, o que sabemos (falando de São Paulo) é que, até agora, a única e verdadeira mudança foi à volta de R$3,00 na tarifa dos ônibus.

Mas a questão aqui é outra. Não quero falar com aqueles que ainda acreditam nas mudanças do Brasil e que levam isso à frente, estes eu deixo meus aplausos e sinceros votos de sucesso. Quero falar com aquelas pessoas que saíram às ruas com a esperança de que estavam criando uma história nova para o nosso pais, e agora estão aí, cabisbaixas por terem conseguido uma vitória que não condiz com suas insatisfações. Sabe como chama isso?

Niilismo. – (Não vou explicar aqui o é niilismo, depois vocês procurem no google)

Se você está com aquele vazio no peito vamos por partes.

01Entrar no niilismo é natural de qualquer ser humano que pensa. Permanecer no niilismo é opção.

02Todo processo de reestruturação da consciência e mudança de valores começa quando os antigos valores não fazem mais sentido.
03Como diria Marx, ideologia demais age mascarando a realidade e causa alienação.
04Você fez o certo. O certo é o que te movimenta. Seja vontade de gritar por mudança, seja uma barra de chocolate. (somos assim e não há como negar).
05Existe solução para sair dessa crise de falta de sentido? Sim, existe! (Ebaaaaa!) Mas tem que ser organizada e com foco. Esta é a parte interessante do post.

 

O escritor Steve Johnson, descreve em seu livro que “emergência” é o que acontece quando várias entidades independentes de baixo nível conseguem criar uma organização de alto nível sem ter estratégia ou autoridade centralizada. Legal, não precisamos de líderes. Porém, estas mesmas entidades, sem estratégia, tem objetivos claros a serem alcançados. Todo processo de mudança pede por um objetivo CLARO. – OBJETIVO CLAROOOOOO!

A onda das manifestações trouxe a tona um fator muito importante. Voltar a acreditar que o coletivo pode fazer a diferença. E pode mesmo. Contanto que o coletivo caminhe em um único sentido. Portanto, se você esta perdido neste turbilhão de manifestações, agrupe suas ideias, entenda o sistema vigente, planeje o que pode ser mudado, estruture os planos com argumentos e apresente para pessoas que acreditam nestes objetivos também.

Existem inúmeras causas a serem discutidas e muitas delas são travadas diariamente por pequenos grupos. Pode ser uma grande oportunidade para você, efetivamente, fazer a diferença.

Comunicação é a solução?

maruo-publicidade

Quem trabalha com comunicação já deve ter escutado: “Job de última hora, denovo?!”, “Ah, não! Não vou ficar até tarde trabalhando, não. Já fiz isso a semana toda!”, “É a quinta vez que tem alteração nesse material!”, “Reunião depois das 19:00 pra que, pessoal?”. Pois é. E se você tentar encontrar uma resposta coerente para cada reclamação acaba ficando maluco.

Aí aparecem aquelas delicadas perguntas internas: “Por que não organizam melhor essa joça?”, “É tão difícil de entender que não dá pra fazer essa bosta de um dia para o outro?”, “Cadê o planejamento, gente?” Não acabou. Clica aqui que tem mais… »

Quem sabe escrever sabe desenhar?

Outro dia tentaram me vender a ideia de que, quem sabe escrever sabe desenhar. Juro que ainda estou pensando a respeito. Talvez até consiga mesmo. Afinal, bonecos de palito e solzinho sorrindo todo mundo sabe fazer. Agora, desenhar um homem de ferro com efeito de luz e sombra e brilho na armadura é só pra quem gosta mesmo. Não acabou. Clica aqui que tem mais… »

A chave do seu coração

Chave do Coração

Vou reproduzir uma pequena história que contei em uma palestra sobre comunicação interna.

Juliana tinha começado a namorar Roberto. Os dois estavam, romanticamente, apaixonados. E Roberto, com sua brilhante cabeça de lagarto (na minha opinião répteis e peixes são os animais mais ignorantes da escala), resolveu comprar um presente que representasse o maravilhoso amor que os dois estavam sentindo. Não acabou. Clica aqui que tem mais… »

Você é meio sem conteúdo

Maruo Sem Conteúdo

Pode ser que você nunca tenha passado por uma situação dessas, mas com certeza já conheceu alguém que passou.

Imagine a seguinte situação. Uma mesa de bar, amigos bebendo, garotas bonitas e olhares, muitos olhares.

No meio da quarta garrafa, aquela sua colega começa a sorrir para o seu amigo. Você, mais que prontamente, olha pra ele e diz: “Ai,… ela tá a fim!”. Seu amigo, que não é bobo nem nada, estufa o peito igual a um pavão real, arruma o cabelo e solta: “Vô lá!”. Não acabou. Clica aqui que tem mais… »